Historia de Recife - AcheiViagem.com.br

Historia de Recife

14 Comentário(s)

Historia de Recife

O município do Recife tem sua origem intimamente ligada à de Olinda. Na carta de direitos feudais de Olinda, chamada de foral, concedido por Duarte Coelho em 1537, há uma referência a "Arrecife dos navios", um lugarejo habitado por mareantes e pescadores. O Recife permaneceu português até a independência do Brasil, com a exceção de um período de ocupação holandesa entre 1630 e 1654.

Antes de Recife sofrer a invasão da Companhia das Índias Ocidentais, seu povo existia apenas em função do porto e vivia a sombra da sede Olinda, local que a aristocracia escolheu para residir devido à sua localização elevada, que facilitava a defesa.

Ainda no final do século XVI o "povo dos arrecifes" foi atacado e saqueado pelo pirata inglês James Lancaster que, com três navios, derrotou a pequena guarnição responsável pela defesa do porto. Entre os anos de 1620 e 1626 o então governador Matias de Albuquerque procurou estabelecer posições fortificadas no porto do Recife a fim de que se pudesse evitar outro ataque como aquele, e também acabar com a Companhia das Índias Ocidentais e com sua idéia empreendida na Bahia em 1624.

O Recife foi a capital do Brasil holandês, sendo governada de 1637 a 1644 pelo conde Maurício de Nassau, a serviço da Companhia das Índias Ocidentais. O império holandês nas Américas era composto na época por uma cadeia de fortalezas que iam do Ceará à embocadura do rio São Francisco, ao sul de Alagoas. Os holandeses também possuíam uma série de feitorias na Guiné e Angola, situadas no outro lado do Atlântico, o que lhes dava controle sobre o açúcar e o tráfico negreiro, administradas pela Companhia das Índias Ocidentais.

Nassau era também um entusiasta da ciência e das belas artes. Ao embarcar para o Brasil, trouxe uma plêiade de naturalistas e pintores para retratar e estudar o Brasil. Entre estes homens destacam-se os pintores Frans Post e Albert Eckhout, que retrataram as paisagens e os exóticos habitantes locais, o médico Willem Piso e o naturalista alemão Georg Marggraf, que estudaram a fauna e a flora, a farmacopéia local e as doenças tropicais.

O início do século XIX no Recife foi marcado por revoltas inspiradas no ideário liberal vindo da Europa, onde comerciantes, aristocratas e padres exigiam mais autonomia para a colônia.

Nesse mesmo século, ocorreram as revoluções mais conhecidas da História do Recife, entre elas a Revolução de 1817, a Confederação do Equador, de 1824 e a Revolução Praieira, de 1848.

O Recife deixou de ser vila, não era mais subordinado a Olinda. Nesse tempo, iniciou-se um grande período de desenvolvimento do município. A elevação à categoria de cidade ocorreu em 1823.

Comentários sobre Recife

Envie seu Comentário

Copyright © 2012 AcheiViagem.com.br - Todos os direitos reservados | Proibida reprodução ou utilização a qualquer conteúdo.