Juiz de Fora - Dicas e Informaçoes de Juiz de Fora - AcheiViagem.com.br

Juiz de Fora

9 Comentário(s)

Sobre Juiz de Fora

Juiz de Fora é um município brasileiro no interior do estado de Minas Gerais. Pertencente à mesorregião da Zona da Mata e microrregião de mesmo nome, localiza-se a sudeste da capital do estado, distando desta cerca de 283 km. Sua população foi contada, no ano de 2010, em 517 872 habitantes, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, sendo então o quarto mais populoso de Minas Gerais e o 36º do Brasil. Ocupa uma área de 1 429,875 km², sendo que apenas 317,740 km² estão em perímetro urbano.

A sede tem uma temperatura média anual de 19,25°C e na vegetação do município predomina a mata atlântica. Em relação à frota automobilística, em 2009 foram contabilizados 152 509 veículos. O seu Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é de 0,828, considerando como elevado em relação ao estado. A cidade faz parte do eixo industrial das cidades próximas à BR 040 e das próximas à BR 116.

A cidade de Juiz de Fora foi emancipada de Barbacena na década de 1850. A versão mais conhecida de sua etimologia é que o nome seja uma referência a um juiz de fora, magistrado nomeado pela Coroa Portuguesa para atuar onde não havia juiz de direito, que hospedou-se por pouco tempo em uma fazenda da região, passando esta a ser conhecida como a Sesmaria do Juiz de Fora.

Hoje é formada pela cidade de Juiz de Fora além dos distritos de Rosário de Minas, Torreões e Sarandira, subdivididos ainda em 111 bairros. Passou a ser conhecida como "Manchester Mineira" à época em que seu pioneirismo na industrialização a fez o município mais importante do estado.

Com a grande crise econômica de 1929, a economia dos municípios mineiros ligados à cafeicultura sofreu grande abalo e Juiz de Fora só conheceu novo período de desenvolvimento a partir da década de 1960. Sua área de influência estende-se por toda a Zona da Mata, uma pequena parte do Sul de Minas e também do Centro Fluminense.

No quesito história e cultura, o município se orgulha de abrigar importantes construções, como o Museu Mariano Procópio, o mais antigo de Minas. A atração é dividida em três partes: o casarão de 1861; o de 1922 e os jardins. O prédio renascentista foi obra do engenheiro Mariano Procópio, responsável pela ferrovia União-Indústria -, e guarda mobiliário do século 19.

Já o casarão vizinho, erguido em 1922 por Alfredo Ferreira Lage, filho de Procópio, abriga telas de pintores brasileiros e europeus do século 19. Contornando os palacetes, o jardim idealizado pelo francês Auguste Glaziou, que também projetou os jardins do Palácio Imperial de Petrópolis, repleto de espécies nativas brasileiras.

Palco de concorridos espetáculos, o Cine-Theatro Central é um dos mais belos do país, apesar da fachada discreta, em estilo art déco, com linhas sóbrias e retas. Inaugurado em 1929, exibe suntuosa ornamentação interna assinada pelo pintor italiano Ângelo Bigi. Nos desenhos do teto e das paredes, a inspiração na antiguidade clássica traz cenas de ninfas em jardins românticos. Também merecem destaque os medalhões com as efígies de grandes mestres da música - Wagner, Verdi, Beethoven e Carlos Gomes. Os 2.300 lugares dividem-se em platéia, galeria, balcão nobre e camarotes.

Uma das mais recentes atrações da cidade é o Museu de Arte Moderna Murilo Mendes, inaugurado em 2005. O antigo e modernista prédio da reitoria da UFJF reúne o acervo que pertenceu ao poeta e crítico de arte Murilo Mendes, nascido na cidade em 1901. Há exposições temporárias do acervo, que conta com obras feitas entre 1940 e 1960 por artistas como Guignard, Portinari, Picasso e Miró. Estique o passeio até o Espaço Mascarenhas, um centro cultural que funciona em uma antiga fábrica de tecidos.

Nos arredores, o destaque é o Morro do Imperador, cartão-postal da cidade, com vista panorâmica. Também vale visitar a Usina de Marmelos Zero - a primeira usina hidrelétrica da América do Sul. O empreendimento realizado por Bernardo Mascarenhas, importante industrial da cidade, foi inaugurada em 1889. Localizada na antiga rodovia União e Indústria, foi transformada em espaço cultural, com instalações e estilo arquitetônico preservados.

Juiz de Fora é famosa também pela movimentada vida noturna. Os muitos estudantes lotam os bares do bairro Alto dos Passos e as casas noturnas, como Privilege, uma das maiores boates do país; e o Cultural Bar, com intensa programação de shows. Entre os eventos, os mais concorridos são o Miss Brasil Gay, em agosto - além do concurso, há Parada Gay e palestras -, e o Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga, que reúne músicos de diversos países no mês de julho.

Os restaurantes de cozinha internacional e mineira também são belas atrações, como o Berttu´s e a Churarsqueira, ambos com mais de uma casa na cidade. Um boteco, porém, é unanimamidade. O Bar do Bigode, na ativa desde os anos 70, serve o "melhor torresmo do Brasil" - assim dizem os proprietários, o que é confirmado pelos clientes. Por lá, a iguaria é servida de três formas: torresminho (perfeito para acompanhar a cerveja gelada), o de "tira" e o de "ponta", com menos gordura e mais carne.

Descubra Juiz de Fora

Comentários sobre Juiz de Fora

Envie seu Comentário

Copyright © 2012 AcheiViagem.com.br - Todos os direitos reservados | Proibida reprodução ou utilização a qualquer conteúdo.